No momento da venda, o estado de conservação do imóvel, é o critério primordial para a escolha. Por isso, é importante evitar rachaduras, infiltrações, mofo, sujeira e pinturas descascadas. Pois são detalhes que podem influenciar negativamente o comprador.

Reformar o imóvel, antes de vendê-lo pode ajudar a acelerar o fechamento do negócio, e por isso hoje trazemos 5 Dicas para valorizar o seu imóvel na hora da venda em até 20%! 

 

Faça a manutenção preventiva

Design sem nome (28)

Pisos quebrados, pia rachada, vazamentos, problemas elétricos e hidráulicos. Todo tipo de defeito que não foi resolvido, pesa na decisão de compra do imóvel.  Pequenas manchas na parede e no teto podem ser suficientes para que o visitante perca o interesse. A manutenção preventiva é a forma mais barata de não deixar o imóvel desvalorizar.

 

 Na pintura, prefira cores claras e neutras

pisos-porcelanato-quarto-

Um imóvel pintado com cores escuras ou muito chamativas, pode não agradar boa parte dos possíveis compradores. Então opte por cores claras, como o branco e tons pastel, que clareiam, e proporcionam leveza ao ambiente, além de transmitir uma sensação de limpeza.

 

Atualize o quadro elétrico

electrician-1080563_960_720

Normalmente, os imóveis mais antigos vinham com poucas tomadas, uma vez que não havia tanto consumo de aparelhos eletrônicos quanto há hoje. Sabendo dessa nova realidade, é mais do que interessante dar uma bela atualizada no sistema elétrico, aumentando o número de tomadas e carga elétrica. Não precisa quebrar o imóvel todo, mas é claro, haverá localizações no imóvel que iram precisar desses ajustes.

 

Prefira pisos de madeira, porcelanato ou que imitem o aspecto da madeira 

Design sem nome (29)

O tipo de piso mais recomendado é o de madeira, mas como ele pode ser um pouco mais caro, existem algumas alternativas.

Uma opção é o piso vinílico. Além de imitar madeira, eles são conhecidos por ter um bom custo-benefício: não são tão caros quanto o piso de madeira e têm as vantagens de não escorregar, de ter fácil limpeza (basta água e sabão), além de serem silenciosos e não fazerem o típico barulhinho de salto, ideais para apartamentos.

Uma outra boa alternativa, é o porcelanato. Ele pode ser mais barato que o piso de madeira e é um piso frio, que tem boa durabilidade e fácil manutenção. Se a opção for por esse tipo de piso, os mais indicados são os porcelanatos mais claros, que garantem ao ambiente uma sensação de amplitude.

 

Nunca descuide da fachada

Fachada por: www.fachadadecasa.com.br
Fachada por: www.fachadadecasa.com.br

Mesmo que o interior da casa esteja impecável, não se pode esquecer que a área externa é a primeira impressão do visitante. Muros pichados, por exemplo, dão a imagem de que a região do imóvel é insegura, mesmo que isso não seja verdade. Uma fachada bem pintada ou com bom acabamento modifica a identidade visual do imóvel sem exigir um investimento muito caro.

 

FONTE:  economia.ig.com.br / exame.abril.com.br

gualter blog

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *